Regulamento dos conclaves


CAPÍTULO 1 — DOS COMPETIDORES
Item 1 - As categorias são:
a) ER Júnior - de 9 a 12 anos;
b) ER Adolescente - de 13 a 16 anos.

Item 2 – O ER deve simplesmente apresentar-se no momento da prova e deve estar de calça.

Item 3 - Será permitido ao ER Júnior concorrer na categoria Adolescente, mas a situação contrária não será permitida.

CAPÍTULO 2 — DAS PROVAS
Item 4 - As provas objetivas de múltipla escolha terão as seguintes características:
a) Cada competidor recebe sua prova impressa, contendo 20 questões dentro do conteúdo proposto, contendo cada uma quatro alternativas de resposta;
b) O competidor receberá, além da prova, uma folha de gabarito onde irá marcar suas respostas, além de seu nome, igreja e categoria;
c) Cada questão marcada no gabarito deverá ter apenas uma resposta, sendo anulada em caso contrário;
d) Gabaritos entregues que não contiverem qualquer um dos dados do concorrente (nome, igreja ou categoria) não serão considerados;
e) O competidor deve entregar ao fiscal apenas o gabarito, podendo sair com sua prova;
f) Qualquer sinal de cola por parte do competidor acarretará a anulação de sua participação na prova;
g) O competidor deve fazer toda a prova em, no máximo, 30 minutos controlados pelo fiscal, sendo recolhido seu gabarito ao final deste tempo;
h) As provas objetivas serão idênticas para as duas categorias; Item 5 - São considerados 1º, 2º e 3º colocados nas provas objetivas os 3 competidores que obtiverem o maior número de questões corretas. Havendo empate entre estes, o ER que terminar a prova no menor tempo será melhor classificado.

Item 6 - A prova de Esgrima Bíblica tem as seguintes características:
a) Os competidores formam uma fila horizontal (isto é, um ao lado do outro), cada um com uma Bíblia em uma das mãos;
b) A Bíblia usada na competição será a bíblia fornecida pelo DAERVV
c) O líder, sempre que for possível, deverá tratar a Bíblia como uma espada, ordenando, antes de ditar a passagem bíblica, que os competidores “desembainhem a sua espada”;
d) O líder deverá ditar uma passagem bíblica completa (Livro, capítulo e versículo), aguardar que todos repitam esta passagem em uníssono e voz alta e ordenar que localizem-na, utilizando o comando “Carregar!”;
e) Marcará um ponto aquele competidor que imediatamente ler a passagem ditada antes dos demais, não podendo este desmarcar sua leitura antes da confirmação do juiz;
f) Em caso de dois competidores começarem a ler a passagem ao mesmo tempo, o líder, com a ajuda de um grupo de jurados, deverá observar aquele que leu a passagem completa ou mais se aproximou disso, não importando o que o fez mais rápido e, sim, até que ponto leu;
g) Se após a verificação da alínea anterior persistir o empate, a passagem ditada deverá ser anulada, e uma nova referência bíblica será dita apenas apara desempate.
h) O vencedor da competição será aquele que primeiro marcar 5 pontos, O 2º lugar será o 2º competidor a marcar 5 pontos e o 3º será o 3º que marcar 5 pontos;
i) Ao ser classificado o 1º colocado, este sai da competição, o mesmo valendo para o 2º colocado;
j) Ao ser classificado o 3º colocado, encerra-se a prova.

Item 7 - A prova de Esgrima Bíblica Avançado possui as mesmas características da Prova de Esgrima Bíblico. A única diferença está no fato de que o líder da prova ditará palavras da Bílbia ao invés de referências e os competidores deverão encontrar qualquer versículo bíblico que contenha tal palavra e antes de ler, citar a referência. Sendo que a Bíblia usada pode ser a bíblia do ER

Item 8 - A prova de Debate de Versículos tem as seguintes características:

a) Os competidores formam uma fila horizontal (isto é, um ao lado do outro);
b) Para cada competidor, deverá existir um fiscal correspondente que terá em mãos uma Bíblia cedida pelo competidor, não sendo este fiscal o próprio conselheiro do competidor;
c) Além de um diretor da competição, é necessário existir um secretário que deverá anotar todas as referências bíblicas recitadas pelos competidores;
d) No caso de um versículo citado com referência errada, o secretário deve anotar a referência citada, mais a verdadeira referência do versículo citado;
e) O competidor deverá recitar a referência bíblica e esperar que o fiscal encontre-a em sua Bíblia, e este, ao encontrá-la, deverá autorizar o competidor a recitá-la;
f) Ao começar a recitar a referência bíblica o competidor não poderá modificar a parte já recitada. Assim, se recitar somente o nome de um livro, o versículo a ser recitado deverá estar contido, obrigatoriamente, neste;
g) O competidor terá um tempo de 10 segundos, cronometrados pelo diretor do debate, para que comece a recitar a referência do versículo a ser recitado, contados a partir do momento em que o competidor anterior concluir o versículo ou, na impossibilidade, a partir de ordem do diretor do debate;
h) Tanto as referências quanto os versículos só poderão ser citados uma vez, sendo eliminado do debate o competidor que repetir quaisquer deles;
i) Versículos de referência diferente, mas de mesmo conteúdo (versículos múltiplos como Números 28:1 e 31:1) serão considerados o mesmo. O debate é de versículo, não de referência.
j) Se decorridos os 10 segundos o competidor não tiver iniciado a recitação da referência ou do versículo bíblico, ele será eliminado do debate;
l) Se o competidor falar o versículo incompleto ou em divergência com a referência citada deverá ser eliminado do debate;
m) O versículo deverá ser falado exatamente conforme consta na Bíblia, sob pena de eliminação para o competidor que não o fizer (Por exemplo, caso ele diga: “O Senhor é meu pastor e nada me faltará.” e em sua Bíblia esteja “O Senhor é meu pastor; nada me faltará.”, ele será desclassificado.);
n) Serão considerados 2º e 3º colocados o último e o penúltimo competidores eliminados, respectivamente;
o) Será vencedor do debate aquele competidor que permanecer após a eliminação de todos os demais;
Item 9 - A Prova de montagem bíblica consiste em:
a) O embaixador deve escrever os livros da bíblia bem como seus capítulos corretamente
b) Deve fazer divisão entre os livros do velho e do novo testamento;
c) No caso dos adolescentes além de fazerem a divisão entre velho e novo testamento, devem também fazer as micro divisões: Pentateucos, históricos, poéticos...;
d) Os livros da bíblia devem estar escritos como manda a norma culta da língua portuguesa;
e) Havendo empate o ER que terminar a prova no menor tempo será melhor classificado.

Item 10 - Concurso de peças teatrais: as encenações devem ser representações de texto bíblico, ou mensagens de teor missionário. Serão observadas as seguintes regras:
a) As peças deverão ser inscritas para sua participação com antecedência e script.
b) A ordem de apresentação das peças por semana será feita a partir de sorteio antes do início da programação.
c) As embaixadas inscritas para a peça, terão no máximo 15 minutos para sua apresentação;
d) Após este tempo deixará de ganhar a pontuação total por cada minuto ultrapassado; (100 pontos por minuto excedente).
e) Não existe espaço de tempo para as embaixadas ensaiarem no local e hora da apresentação. As peças deverão ser ensaiadas nas igrejas, durante o ano.
f) Os conselheiros não poderão participar de encenação e nem como figurante da peça, porém poderá participar da narração e sonoplastia e contra-regra.
g) Ao chegar ao local a embaixada terá um lugar apropriado para guardar o material de peças, não será usado o templo para tal.
h) O referido material só poderá ser colocado no templo no momento da apresentação da peça.
i) Logo após o encerramento do culto no dia da apresentação da peça, a embaixada deverá retirar todo material guardando no lugar anterior, o material encontrado no templo depois da apresentação poderá subtrair 50 pontos por material encontrado.
j) Em caso de empate no total de pontos, a comissão julgadora usará COMO critério de desempate A MAIOR NOTA EM:
1. Mensagem
2. Encenação
3. Criatividade
4. Cenário
k) Não nos responsabilizamos por materiais de peça perdidos ou esquecidos no local da programação .


CAPÍTULO 3 – DAS CLASSIFICAÇÕES DAS PROVAS

Item 11 - Serão contemplados com as medalhas douradas, prateadas e bronzeadas os competidores que alcançarem o 1º, 2º e 3º lugar, respectivamente em cada prova e categoria, exceto nas encenações teatrais.

Item 12 - A medalha não será entregue ao competidor de qualquer prova objetiva que obtiver menos de 50% de acertos em sua prova.

Item 13 - A Embaixada que obtiver o maior número de pontos no conclave será considerada a vencedora do mês, a 2ª igreja com maior número de pontos a 2ª colocada e assim sucessivamente.

Item 14 – Mês a mês os pontos se somam, e quem obtiver o maior número de pontos no Final do ano será considerado o Campeão anual

Item 15 - Caso haja empate na classificação , deve-se seguir o seguinte critério de desempate:
a) Maior número de medalhas douradas
b) Maior número de medalhas prateadas
c) Maior número de medalhas bronzeadas

Item 16 - As 3 primeiras colocadas serão contempladas com troféus que mês a mês deverá retornar aos conclaves e no fim do ano a campeã geral fica definitivamente com o troféu.

CAPÍTULO 4 – DAS PONTUAÇÕES
Item 17 – Nos conclaves convencionais (aquele que não tem a apresentação do teatro) cada medalha bronzeada conquistada pela igreja, lhe valerá 300pontos na classificação geral, cada medalha prateada valerá 600 pontos e cada medalha dourada, 900 pontos.

Item 18 – No conclave com apresentação teatral o 3° lugar valerá 2000 pontos na classificação geral, o 2° lugar valerá 2500 e o 1° Lugar valerá 3000 pontos.

Item 19 – Demais formas de pontuar em um conclave:
a) Pontualidade:50 Pontos
b) Embaixador: 10 Pontos cada
c) Uniforme: 10 Pontos cada
d) Bíblia: 10 Pontos cada
e) Visitantes: 20 Pontos cada
f) Conselheiro presente na reunião: 100

CAPÍTULO 5 – DAS EVENTUALIDADES
Item 20 - Qualquer eventualidade ocorrida não prevista neste regulamento deve ser discutida e resolvida por uma comissão formada pela diretoria do DAERVV

 
PORTAL TENHO5IDEAIS | Organização Missionária Embaixadores do Rei | Embaixada Raimundo Fortunato - PIB Vila Garrido